Empresa

Endereçado às pessoas sem endereço

Em um novo teste em parceria com os Correios, quem não possui endereço poderá contar com a Monese através de sua agência local

por Sophie em 16 abril 2019
Endereçado às pessoas sem endereço

Temos o prazer de anunciar um teste com os Correios que, acreditamos, produzirá um impacto positivo para muitas pessoas recém-chegadas no Reino Unido – em particular, membros da comunidade de refugiados. Isso faz parte de nossos esforços contínuos para tornar as transações bancárias acessíveis a todos, com a ajuda de organizações confiáveis e de abrangência nacional.


28 dias

A ideia nasceu a partir de uma necessidade que observamos enquanto trabalhávamos com refugiados. Quando os refugiados recebem asilo no Reino Unido, eles têm 28 dias para encontrar um emprego, abdicar dos benefícios recebidos (£35,39 por semana), encontrar uma casa e abrir uma conta bancária. Esse período é muito curto e absolutamente crítico para que os refugiados recém-reconhecidos refaçam suas vidas. De acordo com uma pesquisa do Conselho para Refugiados, cerca de metade vive em alojamento temporário ou fica desabrigada nesse período.

Esse é o período em que queremos disponibilizar a Monese como uma alternativa bancária. Uma conta é essencial para a capacidade de uma pessoa de, entre outras coisas, receber salários e pagar aluguel.


O problema do endereço

Embora não solicitemos comprovante de endereço, precisamos de um endereço residencial para registrar a conta do cliente e entregar o cartão de débito para ele.

Não é preciso dizer que muitos refugiados não conseguem encontrar uma casa imediatamente após receber asilo, e muitas pessoas recém-chegadas no país não têm endereço nas primeiras semanas. Então, precisamos de outra solução para ajudar as pessoas a garantir acesso a esse serviço financeiro extremamente fundamental.


Entre nos Correios

Estamos nos unindo aos Correios para permitir que os clientes sem endereço residencial, independentemente de serem refugiados ou não, registrem-se em seus Correios locais. Estamos iniciando o processo a partir de um teste de oito semanas com um pequeno número de agências postais selecionadas perto dos nossos parceiros sem fins lucrativos que lidam com refugiados e migrantes.

Para o teste, também estamos firmando parceria com o East European Resource Centre em Londres, Refugee Education Training Advice Service em Leeds, Derby Refugee Advice Centre, RefuAid, Gloucestershire Action for Refugees and Asylum Seekers, e com o Jobs Education and Training North, baseado em Newcastle. Esperamos que a dispersão de parceiros em todo o país nos permita testar o esquema em várias circunstâncias diferentes para garantir que essa seja uma solução nacional, e não local.

Como empresa, sempre tivemos a inclusão financeira em nosso cerne, e queremos garantir que estejamos fazendo o máximo possível para incorporá-la em nossos processos de agora em diante. Estamos muito entusiasmados com este teste e esperamos que ele se mostre uma solução sólida para nossos clientes.


Sophie Product Marketing Manager
Share this article